sábado, 6 de setembro de 2008

Brasil il il

Falei com a Soraya agora há pouco. Ela estava junto com o resto da molecada em um bar em São Paulo chamado Roda Viva, onde toca várias músicas do Chico Buarque. Eu não queria estar lá, não! Cervejinha, porções Brasileiras e música boa. É engraçado porque para eles é meio estranho também, é como se estivesse faltando "alguma coisa", já que a gente sempre saiu junto. Pois é, eles lá, e eu aqui, vendo "O Fugitivo" na TV, escrevendo no blog e esperando a água que está no congelador gelar. A cerveja acabou final de semana passado.

Hoje a gente falou bastante do Brasil no trabalho. Na verdade, conversamos sobre viagens. Um dos caras que trabalha comigo, o Jeremy (não tem UMA vez que eu fale com ele e não lembre da música Jeremy, do Pearl Jam), fez um ano de "Career Break" e foi viajar pelo mundo. Conheceu parte da América do Sul, mas não chegou a ir para o Brasil. O Todd, que é o diretor da área onde eu trabalho, disse que também notou que o hemisfério sul tem mais estrelas do que o hemisfério norte - após morar uns meses na Nova Zelândia.

Um dos caras que me entrevistou, o Bobby (que eu sempre chamo de Barry, que é o nome do cara que seria o meu gerente - eu ainda não sei quem eu chamo de chefe), é Indiano (ou Hindú), provavelmente do mesmo lugar do outro Indiano (ou Hindú?) que trabalhava comigo, o Harminder. Gente boa. Lá na Índia é comum eles terem aquele aquecedor de água de parede de banheiro que nem a gente tem no Brasil, mas a impressão que eu tive é que chuveiro elétrico é só no Brasil mesmo. E para conseguir convencer o pessoal que tem casa em que você tem que tomar banho de chinelo porque o chuveiro dá choque?

Aqui no Canadá existe um tanque que armazena a água quente, que normalmente é aquecida à gás ou por uma resistência elétrica. Este tanque armazena água para provavelmente uma meia hora de banho, até que a água quente acabe - quando entào é hora de esperar uma meia horinha até o tanque encher de novo. É bom porque dá para tomar um banho bem quente e com bastante água, e também porque toda torneira tem água quente.

Aliás, preciso arrumar o meu umidificador de ar. O nariz agradece. Agora que a temperatura média está para baixo dos 14 graus, precisei ligar o aquecedor de ar na casa e a umidade foi lá para baixo. Agora eu liguei os pontos, deve ser por isso que a água do peixinho está indo embora mais rápido.

Bom, é isso aí, amigos.

Amanhã acho que eu vou no cinema de três dólares ver Hancock. Depois eu conto como é que foi.

Fui!

4 comentários:

Elaine Bittencourt disse...

Hindu e' uma religiao, indianos normalmente sao hindus ou muslims. No Paquistao a maioria e' muslim, na India varia. Tem muito indiano cristao tambem.

O Haminder deve ser paquistanes. Temos amigos paquistaneses e indianos, e os ultimos nos contaram um pouco sobre a historia/politica dos dois paises, e' interessante. Paquistanes e indianos sao inimigos desde o berco, mas aqui eles formam grandes amizades entre eles. E' a pressao da sociedade, da politica, e a religiao separatista.

abracos, tenha um otimo final de semana, e bom cinema. Ainda nao fui ver o Hancock.

Pai dos trigemeos disse...

Ravi,
sempre achei chuveiro eletrico um absurdo. Eletricidade e agua nao combinam, eh ou nao eh? E aquela coisa e cima da sua cabeca, a ponto de entrar em curto nunca me agradou.
Tambem sempre achei que fosse coisa de Brasil...quem sabe em Portugal tambem...quem sabe?
Abracos

Anônimo disse...

Raw,

Realmente o boteco tava show de bola e vc sempre faz falta!!!

Sabe quem deveria estar lá tbm? Aquele cara que toca no Espelunca e no Almanaque que tem a voz do Chico. A galera lá ia pirar!!!

Beijunda!!


Rapha.

Eliane disse...

Raví, na minha casa lá no Paraná, tinha esse tanque que era aquecido a gás,o último que tomava banho sempre entrava bem, porque a água quente acabava e tinha que ficar esperando, sempre detestei, porque quando eu ficava por última, tomava banho de água fria ou morna, e eu detesto rsrs.
Bom fim de semana!
Eliane.