quinta-feira, 17 de julho de 2008

Eu sou um bundão - 1408

1408

Ontem a gente viu um filme de terror. 1408. Terror psicológico (ou seria psicodélico + psicótico), não era daqueles filmes de zumbi em que jorra sangue para tudo que é lado. Até que foi legal, mas eu sou muito bundão para ver este tipo de filme. Eu gosto mais é de filme de zumbi. Não me causa nenhum problema depois, ao contrário dos filmes que são feitos para dar medo mesmo, já que:

. Eu fico arrepiado metade do filme e por mais umas boas horas depois;
. Se eu tomo banho eu não gosto de fechar os olhos, se eu não fecho os olhos sempre pinga uma gota de espuma do sabonete ou do shampoo, sempre que cai uma gota de espuma o olho arde;
. Eu tenho que ficar aguentando tiração de sarro da Soraya;
. Se eu tenho que ir fazer alguma coisa em outro ambiente eu tenho que ligar todas as luzes no caminho;
. Se eu durmo eu tenho que me cobrir inteiro;
. E eu não posso dormir com o braço para baixo da cama.

Normalmente depois de um filme desses eu vejo alguma comédia para me descontaminar, mas ontem a gente foi dormir direto. Sinceramente, eu não me considero muito bundão, e meu problema nem é com as imagens - eu não tenho problema nenhum com filmes que tem sangue, tanto é que eu adoro filmes de Zumbi ou filmes de guerra, daqueles em que o sangue pinga na câmera - meu problema é com estes diretores e roteiristas f.d.p's que estudaram os mecanismos que fazem o ser humano ter medo e aplicam este conhecimento para fazer os seus filmes.

Mas até que o filme é bom. Não me arrependi de ter visto.

Mas não veria sozinho em casa.

Eu sou um bundão. Nem comercial de filme de terror ou daquele programa dos paranormais que passa no Discovery Channel eu gosto de ver.

Falei demais e comprometi o resto de dignidade que me sobrava. Só restou uma palavra a dizer:

Fui!!!

PS: Uma vez quando eu era criança a luz acabou em uma cidade minúscula, o céu não tinha lua ou estrelas, e eu achei que tinha ficado cego. Será que é por isso que quando eu durmo sozinho eu nunca fecho a cortina?

2 comentários:

Ana disse...

LOL!!! Agora eu morri de rir... hahahhaaha... mas sabe que eu sou igual a voce? A unica diferenca eh que ninguem tira sarro de mim, porque eu sou mulher! hahahhaahahhaahha ;)

Ravi disse...

Pois é. Ninguém merece, né? E olha que quando a gente viajava para o interior, naquelas casas de madeira grandes no meio do campo, eu era o que tinha menos medo dos barulhos do lado de fora.

Embora eu NUNCA fosse sair do quarto e ir para outro ambiente sem acender as luzes do caminho. Ainda mais em uma casa onde o chão faz creq-creq.