sábado, 25 de outubro de 2008

Easy rider

As fotos deste dia estão aqui:
Mountains and more
Hoje pela manhã a gente resolveu dar um passeio pelas montanhas rochosas. Mas, ao invés de nos preocuparmos com o destino, resolvemos mudar o foco e fazer do passeio, o caminho.

Não é exatamente a rota mais curta até Canmore, mas é mais interessante do que ir direto pela TransCanada Highway:



Tudo começou como sempre com quem quer ir até as montanhas - a rodovia número 1, a TransCanada Highway. Depois de andar 50 km, saímos para o sul na Highway 68 - que depois vira à Oeste e acaba na Highway 40.

Na Highway 68 vimos o primeiro laguinho congelado:



... e também a primeira vista da viagem:



... a Highway 68 é um tanto quanto rural:



... e nem sempre tem asfalto:



Ao chegar na Highway 40, poderíamos virar para o norte e voltar para a TransCanada, ou ir ao sul e fazer um caminho mais "colado" nas montanhas.

Óbvio que decidimos ir para o sul, como o mapa acima mostra. Seguimos pelo município de Kananaskis, fomos até a entrada da estação de esqui Nakiska, que estava fechada já que ainda não há neve suficiente para se poder esquiar...



Voltamos para a estrada, e seguimos para o sul em direção ao frio, literalmente:







Embora a minha vontade fosse de seguir mais e mais por esta estrada (a Highway 40), no mapa vimos que a próxima cidade era MUITO afastada e que a viagem não ia acabar no mesmo dia. Andamos uns vinte minutos e demos meia volta - só para depois virar à Noroeste na Smith Dorrian/ Spray Lakes Road, passando por dois parques, o Peter Lougheed Provincial Park e o Spray Valley Provincial Park.

A estrada que passa dentro do parque é de asfalto em alguns trechos e em outros trechos ela já está totalmente coberta de cascalho como preparação para o inverno. Levamos uma hora para percorrer uns 60 km já que o limite de velocidade é baixo e cascalho não é exatamente a melhor coisa que existe para dar tração.

Algumas fotos:


Estradinha congelada - detalhe que a câmera focou o vidro do carro ao invés da estrada em si.


Veado na beira da estrada.


Mato


A estrada de cascalho


O Arthur brincando na neve


O nosso carrinho no meio da estrada


Uma montanha qualquer


Eu e o pequeno no meio da neve, no meio do nada, um frio absurdo


Então é assim que eu pareço de casaco e luvas...


Neve


Dentro do carro, as meias do Arthur secando no banco - já sabendo que isto poderia acontecer, a Soraya trouxe roupas extras para o menino - um par de meias, uma calça, luvas e umas coisinhas a mais. É que nem ir para a praia, depois que a brincadeira acaba lá se vão uns 10 minutos limpando a meninada e se preparando para a volta.

A estrada é larga e o limite é de 80 km/h em boa parte do caminho, mas no final a estrada dá uma afinada e o limite diminui para 50 km/ h, e diga-se de passagem, é bom mesmo reduzir a velocidade - a estrada vai COLADA no lago:




Uma pontezinha no meio do caminho



E do nada a paisagem se abre e surge Canmore:



Infelizmente com um carro atrás da gente e uma estrada apertada não pudemos parar para tirar as fotos, e no meio do caminho tinham umas árvores:





Ao chegar em Canmore, resolvemos comer uma pizza (do lado onde aconteceu o acidente com a véia safada), e para felicidade geral do Arthur um trem passou bem na hora:





E esses somos nós:



Resumo da ópera - não fomos até Banff, como eu tinha pensado originalmente, mas vimos algumas paisagens memoráveis - o momento em que a estrada se abre e que Canmore aparece emoldurada por um lago de um azul profundo, a cidade de Canmore e as suas casas em um estilo mais "alpino", a Highway 40 e as montanhas que estão logo ali do lado, a represa de águas verdes logo que se sai da Highway 68 em direção ao sul, a estrada de cascalho que passa no meio dos parques e a neve que já começou a cair por aquelas bandas.

O carrinho foi impecável. A luzinha de "CHECK ENGINE" continua a acender uma vez a cada 5 dias, e eu descobri como ignorá-la - coloquei um cartão em cima da parte do painel onde a luz aparece e agora não me preocupo mais. Quando estávamos indo para o sul na Highway 68, deu para perceber que a temperatura esfriou MUITO do lado de fora porque a carroceria do carro e as janelas esfriaram, e deu para perceber o frio irradiado de fora para dentro.

Ainda bem que temos ar quente :-).

Vimos neve, pegamos uns flurries, vimos montanhas, lagos, paisagens, um trem e seus 40 vagões, vimos uns veadinhos mas não vimos o URSO!

Que sacanagem. E o pior é que em todo o lugar vimos placas de "cuidado com o urso", "jogue o lixo na lixeira à prova de urso", "tranque seu carro" e outros avisos.

Da próxima vez, da próxima vez...

As fotos estão aqui:

8 comentários:

Pai dos trigemeos disse...

Fala Ravi,
bela viagem, paisagem espetacular.
Parabens pelo Artur.
Espeo que voces curtam muito o inverno.
Abracos

Anônimo disse...

mt legal! Aproveitem bastante o carrinho e contin em fotografando. Bj da mãe. Bia.

Eliane disse...

Puxa Ravi, obrigada pela dica, acho que esse vai ser o nosso próximo passeio!
Muito bom.
Beijos, Eliane.

Pinguinland disse...

Que legal este passeio!! Tambem ja pegamos esta estrada. Fomos ate nao lembro aonde e demorou um bocado, mas tbem achamos bem legal, com a diferença de que fomos no verao passado! Ceis sao machu mesmo!!

bjos

Ceci

Ravi disse...

Oi Eliane, Cecília, Octávio, mãe!

O passeio foi muito bonito mesmo. Eliane, a melhor parte da viagem é quando você está perto de Canmore (quando a estrada passa ao lado do lago), se você tiver meio "impaciente" pode começar a viagem daquele lado - eu particularmente gostei de TODA a viagem :-).

Ao se chegar em Canmore (quando se começa a descer pela estradinha), tem que ir bem devagar.

Cecília, pois é, se a gente tivesse a chance de ter ido no verão talvez tivéssemos visto um urso, mas nem :-(.

Abraços à todos.

Ravi.

Anônimo disse...

Ravi,
Arretado! Que viagem massa!
(Empolgante! Que viagem legal!)
Parabens para Arthur e voces!
Pedro e Bel.

Rafael disse...

Fala Ravi.

Esse passeio é bem legal. Já experimentou carne de alce ou rena?

Cassaniga

Fabi disse...

Hehehehe!!! Dá pra ver a cara de alegria do Arthur quando o trem passou!!!

kisses!!!