domingo, 15 de março de 2009

Me desculpem, mas isto é estupidez

No Rio, brasileiros protestam pela permanência de filho de americano no país

Eu li, reli, pesquisei, pensei, e eu acho que o pai da criança está certo - é ele que tem o direito da guarda do menino, e pronto. Ele não é só o pai biológico, ele criou a criança até os 4 anos de idade quando a mãe levou o menino para o Brasil e cortou a relação que existia até então. Ele é o pai. Ele pode não ter sido o pai afetivo pelos últimos 4 anos, mas ele foi o pai afetivo pelos primeira metade da vida da criança, ele é o pai biológico de fato e ele só não foi o "pai" nos últimos anos porque ele foi privado desta possibilidade.

E se...

... A gente invertesse a história e ela fosse uma Americana que fugiu para os Estados Unidos com a criança e ele fosse um Brasileiro tentando reaver a guarda da criança? Quem ia apoiar quem?

O único argumento, que seria irrefutável neste caso, é de que a criança correria riscos estando com o pai biológico, o que não me parece ser o caso. Os advogados da família no Brasil estão tentando fazer a história do "golpe do baú", mas eu acho que este enfoque é no mínimo peculiar.

A criança pode ter nascido no Brasil mas ela é metade Americana, metade Brasileira, chore quem quiser chorar. Se a criança quiser jogar Football e nÃo Soccer, é um direito dela.

Fui!

5 comentários:

Pai dos trigemeos disse...

Ravi,
To contigo. Acompanho essa historia faz uns meses. Acho qualquer outra hipotese invalida. O pai biologico eh o pai e pronto.
Abracos

Dani e CM disse...

Concordo em genero, numero e grau que o menino tem que ficar com o pai biologico.
Problema que a midia pega isto e transforma numa novela...
Fica a coisa do 'ufanismo' transbordando, como que se parecesse o 'monstro imperialista americano' quisesse tirar o pobre garoto da maos dos coitados brasileiros. Isto que a midia passa e a MASSA, povao vai atras disto ai ja viu

Eh so lembrar o caso da doida na suica...depois quebraram a cara...

Seu blog eh muito bom, parabens e tudo de bom, eu e meu marido devemos ir para Calgary, se D'us quiser.

Danielle

Sweet Canadian Life disse...

Concordo plenamente!!!
O pai biologico tem todo o direito... Eu nao entendo porque a justica ainda nao entregou o filho ao pai biologico! E' coisa de Brasil mesmo!

Bjs,
Denise

Soraya Cruz Wallau disse...

Tô contigo!

Ellie disse...

A crianca nasceu em New Jersey. E sim tambem concordo que ela deve voltar ao pai biologico.