terça-feira, 18 de outubro de 2011

It is a gorgeous day in Sao Paulo's country

É um dia lindo no interior de São Paulo



Antes da temporada de 4 anos no Canadá eu torcia o nariz para o interior. Achava que todo mundo era meio caipira e que o interior era feio e que não dava para viver longe do mar.

Que nada.

Eu estava completa e absolutamente errado. O interior de São Paulo é bão. É bonito. É rico. É mais vazio do que a praia. As temperaturas são mais amenas do que na praia. É verde, verde que só. Como incoveniência fica aquela terra vermelha que dá um jeito de entrar em todos os lugares.

No último final de semana ficamos em casa e demos uma esticada até Serra Negra, andamos pelas estradinhas que levam às fazendas aqui perto de casa, um lugar mais bonito que o outro. Nestes últimos dias choveu bastante e estava tudo meio cheio de vida. A estrada está meio judiada e precisava de um pouco de TLC (tender love care), mas tirando isso foi um passeio e tanto.

Eu estou feliz com a vida aqui. Feliz de estar de volta.

Antes de voltar eu achava que eu não ligava para o frio do Canadá, mas na verdade acho que eu ligo sim. Estou aliviado de saber que aqui não vai nevar nem ficar extremamente frio, achando ótimo que o tempo vai continuar como está e que pior não vai ficar. Agora começou o horário de verão, mas mesmo no inverno do ano que vem a sensação ainda vai ser diferente.

A Hannah faz um ano no mês que vem e o Arthur faz nove anos no próximo final de semana. A molecada está crescendo e está crescendo bem rápido, a gente nem percebe mas a molecada vai que vai.

Fui!!!

3 comentários:

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Fico feliz de ver que você está feliz. Essa é a única obrigação que temos com nós mesmos.

E a vida segue...

Jujuba, 24 anos disse...

Me lembrou Itatiba :)

Anônimo disse...

Oi Ravi. Acompanho seu blog faz tempo, e tenho uma dúvida que ainda não consegui achar nas minhas pesquisas. Morando no Canadá com visto de trabalho como eu acho que vc estava , os filhos que vão para escola precisam pagar como estudante internacional ou não pagam como os outros filhos de cidadãos e residentes permanentes? Obrigada
andreadgodoy@hotmail.com